A toxoplasmose é transmitida pela ingestão de cistos do protozoário Toxoplasma gondii, por meio do consumo de verduras e carnes mal cozidas ou durante a gravidez. A doença atinge diversos órgãos do corpo, inclusive os olhos.
A toxoplasmose ocular geralmente é adquirida durante a gestação. Quando há infecção pelo Toxoplasma, ocorre uma inflamação na retina, que deixa uma cicatriz, onde não haverá mais funcionalidade para a visão.

O sintoma mais importante da toxoplasmose é a diminuição da visão. Ela pode ser variada, dependendo do tamanho e da localização da lesão. Além disso, pode ocorrer vermelhidão ocular, visão de pontos pretos flutuando na frente dos olhos, dor ocular e fotofobia.

O diagnóstico é feito pelo exame de fundo de olho, associado a exames de sangue (sorologia IgM e IgG para toxoplasmose) e o tratamento é feito por meio de antibióticos. A toxoplasmose pode ter cura, mas, infelizmente, ainda não é possível recuperar a visão que foi perdida.