EXAME DE FUNDO DE OLHO

Exame de Fundo de Olho (fundoscopia ou oftalmoscopia) consegue detectar precocemente diversos tipos de doenças.Além de problemas oculares, como Glaucoma ou Tumores na Retina, ele também pode diagnosticar doenças sistêmicas, como Diabetes e Pressão alta, ou ainda problemas como Sífilis, Lúpus, Citomegalovírus e até a presença de parasitas no corpo.

topografiacorneana2

Em que consiste o EXAME DE FUNDO DE OLHO?

O exame de fundo de olho (fundoscopia ou oftalmoscopia) consiste em examinar as artérias, veias e nervos da retina através dos meios transparentes do olho (salvo em caso de patologias) que se interpõem entre o médico e a retina. A retina localiza-se na parte posterior do globo ocular e tem como função transformar o estímulo luminoso em estímulo nervoso que permite a visão. Além de propiciar um diagnóstico local, o exame da retina permite avaliar alguns aspectos da saúde do indivíduo de uma maneira geral, concentrando-se especialmente no nervo óptico, nos vasos retinianos e na sua região central, denominada mácula. O exame de fundo de olho é a melhor forma de analisar o estado de nossos vasos sanguíneos sem utilizar um método invasivo.

Como é realizado o EXAME DE FUNDO DE OLHO?

O aparelho que o médico usa nesse exame é chamado oftalmoscópio, o qual projeta um feixe de luz no interior do olho e, mediante a reflexão dessa luz na retina, permite observar suas estruturas. Para facilitar e ampliar a visão da retina, o médico geralmente usa um colírio que dilata a pupila ocular. Essa dilatação, especialmente se muito intensa, ocasiona posteriormente uma fotofobia (aversão à luminosidade), que faz com que o paciente tenha que aguardar algum tempo antes de expor-se à claridade.

* Marque uma consulta (27) 3763-2225 ou 99686-2225 e avalie seu caso clínico.